21 de mar de 2010

Os FRUTOS por Redescobrir a Palavra de Deus - 3ª parte

bibliaEm Colossenses 1:10, o Apóstolo Paulo expressa em oração seu desejo mais íntimo: que os colossenses sejam plenos no “Conhecimento de Deus”, e como resultado, que eles dêem frutos nas suas vidas, quanto à dignidade na conduta, nas suas obras e agradando ao Senhor. E isso só é possível quando a Palavra do Senhor passa a morar na mente e no coração de cada um e neste sentido, atuando de forma poderosa na sua vontade.

Ao ser criado, o homem foi dotado de três elementos fundamentais que são: “a mente”, o “coração” e a “vontade”. Diante de toda a criação, estes são os elementos que fizeram do homem a menina dos olhos de Deus. Estas são as particularidades que nos tornam parecidos com o Criador.

Adão era dotado então, de uma mente privilegiada e pura. A ele fora dado o domínio sobre toda a criação, um coração reto voltado para a comunhão com o Criador na virada do dia, e uma vontade incontaminada e destituída de qualquer influência errada. Estes três elementos essenciais estavam em plena atividade e totalmente conformados com a originalidade da criação, até àquele dia terrível que marcou a ferro e fogo toda a existência humana, e todas as gerações futuras levariam esta marca cravada na testa como ocorreu com Caim. 

A mente o coração e a vontade do homem, estes três elementos fundamentais que se caracterizavam como sendo a imagem de Deus, estavam agora corrompidos e destituídos de pureza, retidão e formosura. O homem que outrora dominava, passou a ser dominado pelo pecado e destituído estava de qualquer semelhança com Deus.

Somente o evangelho de Jesus Cristo é capaz de envolver o homem em todas estas áreas. Aliás, não existe nada que faça o mesmo; somente este evangelho tem o poder de dar a visão completa da vida, da morte e da eternidade, e é suficientemente grande para transformar o homem por completo. Como resultado do homem ter se afastado da presença e do convívio com o Pai, a compreensão das coisas espirituais ficou comprometida e contaminada pelos padrões de vida do mundo e nada que o homem possa fazer mudará este fato.

Existem hoje formas de culto estabelecidas com o firme propósito de atrair a atenção do homem, através de apelos que atingem diretamente as “necessidades” humanas. Mas assim como aconteceu com Israel nos tempos do rei Josias, as formas de culto e os motivos estão corrompidos pelo uso de artefatos e práticas pagãs. Lembramos que os reis que antecederam a Josias, com o único propósito de estabelecer um relacionamento pacífico com as nações inimigas, adotaram todas as práticas e usos de artefatos dos deuses daqueles povos, no templo e na vida da nação. É impressionante ao se estudar a história da Igreja, quantas vezes esse método chamado “sincretismo”, esteve presente nas decisões dos líderes, apenas para se promoverem junto aos povos.

E o que estamos vendo hoje, são as filosofias, os costumes, e os conceitos empregados para se atrair multidões, apelando para os dramas sociais, financeiros e emocionais, igrejas locais utilizando-se dos mesmos instrumentos do mundo. Não é difícil ver igrejas servindo-se de sais, óleos, águas, pedras, jóias, flores, tecidos, cores, enfim, utensílios diversos também usados pelos proponentes da “nova era”. 

Sempre apelando contra a pobreza, o desemprego, as separações familiares, os ataques malignos, e toda a sorte de problemas. Notem que nada se fala sobre arrependimento de pecado, Graça de Deus, Justificação e Salvação.

O apelo moderno, tem o objetivo de atingir as necessidades materiais das pessoas, esse é o “evangelismo de superfície” carregado de emoções e manifestações ditas do Espírito. Trata-se de uma coleção de métodos humanos para se atingir a grande massa. Não negamos que em meio à tudo isso, existam pessoas movidas por bons motivos, mas acentuamos que o cerne da mensagem de salvação, carregada de uma doutrina bíblica, está muito difícil de se ver.

Nestes casos advertimos segundo o Apóstolo Paulo, que essas mensagens e esses homens sejam considerados anátemas, como está escrito em Gálatas 1:6-11.

Como o homem tem se separado e se distanciado da Palavra de Deus e de um relacionamento cada vez mais íntimo com o Senhor, a verdadeira mensagem do evangelho está também esquecida nos púlpitos e nos corações das pessoas.

Existem fatos na história que testificam a verdade disso tudo. É o caso de um evangelista que mantinha a fama de grande pregador pois muitas almas respondiam aos apelos após as suas mensagens. Certa vez, um grupo de pastores que trabalharam na sala de aconselhamento numa dessas campanhas evangelísticas, resolveu perguntar para as pessoas que entravam na sala: por que vocês vieram aqui? Muitas vezes as pessoas respondiam que não sabiam. Os pastores então perguntavam: Mas você veio à sala de aconselhamento, porque? A resposta era porque o pregador disse que era para eles irem até aquela sala.

Conta-se, que aquele pregador tinha o maravilhoso dom de contar histórias. Sabia dramatizar tão bem, que isso tocava fundo nos sentimentos dos ouvintes, que se sentiam movidos a atender aos apelos. 

Note-se, que a força dos apelos estava embasada no sentimentalismo das pessoas e não no evangelho pregado. As pessoas estavam comovidas e fascinadas, mas parecia não haver nenhuma concepção da verdade, não havia qualquer relacionamento com a “forma de doutrina a que fostes entregues, (Romanos 6:17)

Este texto explica muito bem o fato em questão: Paulo agradece a Deus, pela transformação real, na vida da igreja de Roma, transformação esta, resultado da doutrina que ele vinha entregando.

Não se pode mais aceitar, que a Palavra de Deus seja particionada e transformada em retalhos com a intenção de ilustrar as pregações humanistas, segundo as convicções do homem, e não segundo as necessidades do povo. O povo está faminto e carece de um alimento mais consistente que transforme a mente, o coração e a vontade.

O próprio Senhor Jesus em Lucas 16: 19-31, mostra quais os interesses das pessoas, tanto das que divulgam o evangelho, como das que buscam novas experiências baseadas nas manifestações. Aqui vemos a perspectiva do inferno do que é necessário para o evangelismo, e a perspectiva bíblica para livrar as pessoas do inferno.

No verso 27, o homem rico diz ao Pai Abraão: “Por favor, envia Lázaro à minha casa paterna, porque tenho cinco irmãos que precisam ser salvos; eu não quero que eles venham para o inferno como eu; eu quero que eles vão para o céu; se tu mandares Lázaro, eles haverão de crer”.

Levanta um homem dos mortos e isto haverá de convencê-los; dê para eles um sinal, realiza uma maravilha; a Bíblia, Moisés e os profetas, não bastam! Mas se enviares um ‘fantasma’, então eles haverão de crer; se eles simplesmente puderem contemplar uma coisa miraculosa, certamente haverão de se arrepender e isso os impedirá de virem para o inferno.

Mas, a perspectiva que vem do céu, está expressa na resposta a seguir: “Respondeu o Pai Abraão: Se não ouvem a Moisés e os profetas, tampouco acreditarão, ainda que algum dos mortos volte à vida”.

Os milagres são suficientes para o momento, passado o momento, o homem se esquece e vai atrás de outro milagre ou manifestação. No entanto, a mensagem da Palavra de Deus, é a única que tem o poder de permanecer no coração e na mente do homem e tornar-se suficiente para toda a vida.

Mas, agora, a Palavra de Deus foi reencontrada, houve por parte do rei Josias o reconhecimento de sua parcela de culpa e o arrependimento pelos anos longe da presença do Senhor e de se terem desviado do Seu caminho.

É necessário então, restaurar este relacionamento rompido com o Senhor, na sua vida, no culto e na Igreja. Como?

A resposta está em 2 Reis 23: 2,3 - o rei Josias, de posse do Livro da lei, “...subiu à casa do Senhor, e convocando todos os homens de Judá, todos os moradores de Jerusalém, os sacerdotes, os profetas e todo o povo, desde o menor até o maior. Leu aos ouvidos deles todas as palavras do livro da aliança perante o Senhor. O rei se pôs em pé junto à coluna, e RENOVOU A ALIANÇA PERANTE O SENHOR, para o seguirem, guardarem os seus mandamentos, os seus testemunhos, os seus estatutos, de todo o coração e de toda a alma, ...”
_________________________________________
Creative Commons License Os FRUTOS por Redescobrir a Palavra de Deus by Sergio Luiz Menga is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 3.0 Brasil License. Permissions beyond the scope of this license may be available at http://smenga.blogspot.com/.

Nenhum comentário: