20 de jul de 2011

Quando pensamos ter Deus no caixão...



Como já devem ter percebido, faz tempo que não escrevo ou coloco algo novo aqui. Assim como também já perceberam que o layout do SOBERANA GRAÇA mudou. Bem, vamos dizer que eu estava dando um tempo necessário para colocar meus pensamentos em ordem.

Estou preparando um novo texto que postarei em breve, contando mais detalhadamente os motivos desse tempo parado e o que me fez retornar. Por enquanto, em uma nova seção, estarei postando os vídeos dos sermões pregados no púlpito da IPP - Igreja Presbiteriana Paulista, a amada igreja que tão amorosamente acolheu a mim e minha família.

O púlpito da IPP é ocupado, normalmente, por irmãos amados, que amam a pregação expositiva, e reformada. Se você quer saber um pouco mais sobre a IPP, o link da igreja estará disponível ao final deste post, ou no banner ao lado.

Aproveitem bem o vídeo e o esboço que segue abaixo do vídeo. Que o Senhor os abençoe assim como temos sido ricamente abençoados todas as manhãs de domingo.
                                                       


Quando pensamos ter Deus no caixão... from IPP on Vimeo.

                                                        _______________________________

Texto base: 1 Samuel 5:1-6

“Também farão uma arca de madeira de acácia… E porás na arca o testemunho que eu te darei.” (Ex 25: 10 e 16)
Havia algo de errado na compreensão que os Filisteus tinham sobre a presença de Deus com Israel, seu povo…  
Os filisteus roubaram a arca – Pensavam que Deus estava no caixão!
Você consegue perceber as formas como todos aqueles que são inimigos de Deus gostariam de imaginá-lo domesticado, circunscrito, contigo em uma caixa?
O testemunho dos judeus sugeria que eles possuíam Deus em uma caixa!
Quantas vezes você confunde os símbolos, sinais ou instrumentos da presença de Deus em sua vida com a própria presença de Deus?
Deus, entretanto, não pode ser contido, domesticado ou controlado!
Quando Deus é confrontado com ídolos, sua vingança é implacável. Quando a idolatria persiste em sua vida, coberta pela religiosidade, o pacto protege você desta vingança, mas determina a sua disciplina!
É comum agirmos como se Deus pudesse ser contido em caixões de nossa própria fabricação!  Mas Deus não pode ser domesticado.
Você não pode tomar os símbolos da presença divina e transformá-los em mascotes, amuletos ou símbolos pessoais!
__________________________________
Dr. Davi Charles Gomes - Pregação feita em 17/07/2011 - IPP - Igreja Presbiteriana Paulistana

Nenhum comentário: