6 de abr de 2010

Sou APENAS um pecador Salvo pela GRAÇA

3785198242_cd66de897c
No post anterior, fiz um desabafo sincero, doído e incompleto! Sim, incompleto por dois motivos.

Um, por não existir espaço e tempo para expor todo o meu descontentamento com o que está acontecendo de errado na igreja evangélica brasileira, da qual faço parte. Resguardado, é claro, aquelas igrejas que se mantém firmes na Palavra de Deus.

Dois, é imcompleto porque, faltou expor a minha parte nessa história toda, que é, também a parte de todos nós. É muito fácil falar dos outros, apontar erros, acusar o ensino errado das Escrituras, como se estivesse isento de culpa.

Não estou isento, como também, sou parte de toda essa triste situação da igreja. Tenho plena consciência de minha acomodação, de minha apatia, como também de minha anuência ao erro. Penso que ninguém está isento. Penso que ninguém, em plena consciência, pode se isentar de culpa. Todos nós fazemos parte de algo muito grande, poderoso e maior que todos nós, que é a Igreja de Cristo. O maravilhoso e terrível, é que Ela, a Igreja, sobreviverá à todos nós, a todos os nossos erros.

Mas a história não para por ai. A Igreja de Cristo, ao longo de toda a Sua existência, passou por enormes crises! Talvez, nenhuma tão grande como a que a que estamos vivenciando nestes tempos, mas, em todas as crises, um poder soberano sempre se manifestou, trazendo de volta os Seus, absolvendo os culpados, libertanto os cativos.

Esse poder soberano a que me refiro, é a Graça Maravilhosa de Deus. Este poder soberano têm nos salvado ao longo dos séculos, e continua a salvar-nos no tempo presente. Este poder maravilhoso, age sempre, à despeito de nós e de nossos esforços em irmos em sentido contrário à vontade de Cristo, o Senhor da Igreja.

Ele deu uma ordem à Sua Igreja, ao Seu povo, e pela dureza dos nossos corações, pela nossa vontade às vezes corrompida pelo pecado, às vezes pela nossa vaidade, nos desviamos. Temos que voltar urgentemente. Temos que retornar à simplicidade do Evangelho, temos que deixar para trás nossas vontades, nossos planos, nossos projetos, nossos propósitos.

Voltemos enquanto é possível, para a Palavra de Deus, para a Sua vontade, deixando tudo o que é humano, e o Nome de Cristo seja glorificado em Sua Igreja e em nossas vidas.

Ouça esta linda música, preste atenção na letra. Somos todos, devedores à Graça de Deus.



Nenhum comentário: